A terra de Susan Boyle e o meio ambiente

Por André Delacerda

tmz-posts-susan-boyle-photo-fans-ou O mundo ainda está encantado com o fenômeno e a voz escocesa de Susan Boyle. A senhora de 48, nasceu em Blackburn – West Lothian. Mas esse post não vai falar da bela voz de Susan e de seu sucesso na mídia internacional. O que aguçou a redação do Eco Briefing´s foi tentar saber se na terra da senhorita Boyle havia programas ambientais.

Foi então que iniciamos uma pesquisa na web e encontramos o site oficial da região administrativa escossesa de West Lothian.

Segundo informações que pudemos apurar, West Lothian t1841133em uma densidade populacional considerada crescente para os padrões da Escócia, o que gera uma cerca preocupação, principalmente na utilização dos recursos naturais por parte dessa população. Para utilizar recursos como água, energia e terra de modo eficiente, a terra da cantora Susan Boyle criou um conselho que discute, planeja e controla o crescimento da área de uma maneira ambientalmente sustentável.

O Eco Briefing´s aponta os principais instrumentos da política ambiental encontrada no Plano de Desenvolvimento de West Lothian.lothian

Consta neste, um plano de manejo do solo e estruturação física de Edimburgo e Lothians – Edinburgh & the Lothians Structure Plan 2015 -, com regras de desenvolvimento sustentável estabelecidas até o ano de 2015.

No qual o uso do solo, o planejamento urbano e edificações, seguem padrões estabelecidos em conformidade com as leis ambientais e estruturais locais.

Building Standards, é o código com as normas que regem a construção de prédios e seu licenciamento.

Consta ainda no plano de desenvolvimento sustentável um programa de conservação de energia – Energy Conservation -, com controle de gastos de energia em propriedades públicas e privadas. Nesse programa há incentivos a poupança de energia em casa e no trabalho, e ações que visam conclamar a população a utilizar energias limpas, inclusive com conscientização escolar.

Com as medidas que visam economia de energia, segundo cálculos do conselho, West Lothian economizou £900,000 nos custos da energia e deixou de emitir 5.000 toneladas de CO2. 1841142

Atualmente West Lothian gasta todo ano £6 milhão em energia e £1 milhão em cargas de água. O conselho que gerencia a sustentabilidade também incentiva que as escolas desenvolvam projetos, inclusive com competições que estimulam os alunos na pesquisa de fontes alternativas de energia e meio ambiente.

As práticas esportivas em integração com a natureza são incentivadas também.

Fotos: Susan Boyle – Ihaa / Lothian – Edinblogh / campos – West Lothian / bicicleta – Countryside and wildlife

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s